Ignorado

Não sou apenas
a parte que quer ver,
a parte que quer ter
para si.

Não sou apenas
aparecência,
nem posição.

Não sou apenas
o que fui,
ou o que pensa
que sou
para ti.

Não sou fração,
nem imaginação.

Sou quem tem gostos,
sonhos e potenciais:
não o despeito,
nem a cegueira
dos demais.

Não tenho mais anos
para te dar,
encantos para pisar,
senão apenas
um lugar
sepultado
e adornado
no passado.

De perto,
não aceito
ser ignorado.

Anúncios

4 comentários sobre “Ignorado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s