Kelen II

Pensava estar tudo bem,
mas não, não está nada.
E se há aqui, alguém
que pode me levantar,
lembro de uma pérola
que vivia a me puxar
para a vida.

E agora, onde estará?
Ela me liga,
para conversar
e me dá lembrança
de lugares,
de pessoas
que nunca conheci.

Sua qualidade de ser
me dá saudade de ter
sua companhia
e sua alegria
perto de onde
nós queiramos voltar.

Nada passa

O tempo te dá espaço
para se mover,
para resolver
o que o tempo
nunca promete.

A cor do tempo
é transparente,
portanto
quem pode
atrás do tempo
se esconder?

O tempo não é injusto
e nem justo,
mas enquanto há tempo,
cada um pode escolher.

E o arrependimento,
a máquina do tempo
que volta ao passado
para um outro futuro
conceber.

Cada dia uma aula
e um renascimento:
nada passa,
só o tempo.

220

O certo mesmo seria
a gente ter entrado em um acordo antes de terminar.
O certo mesmo seria
a gente ter recebido nada menos do que pudemos dar.

Sem justiça durante, não há amor;
sem respeito durante, também não.

O certo mesmo seria
a gente ter sido mais amigos do que amantes,
e bem que tentei te alertar.
Tentei frear enganado,
porque ao seu lado,
é queda, e como parar?

Perto do começo eu me sentia amado,
e perto do fim me sentia humilhado,
repetidamente
comparado, enganado,
reprimido e magoado.

O gosto amargo daquele fim,
reflexo da intensidade
de quem queria cair em mim,
mostrou grande peçonha
correndo
entre cada sim que te dei,
e cada sim que neguei
por dentro
para poder
estar bem contigo,
mesmo adoecido.

O certo mesmo seria
nunca termos sido dois,
pois nunca fomos um,
não no entendimento,
nem coração.

Tudo para quem tinha o amor,
e quase nada para quem amou.